Viagem

Copa, vem ni mim!!!

Faltam pouco mais de duas horas para o início da 18ª edição da Copa do Mundo. Acabei de chegar em Munique e já estou instalado no meu “cafofo”. A cidade está com um clima muito empolgante. Desde a estação de trem é possível encontrar torcedores de todas as nacionalidades caracterizados. A festa é bonita e entusiasmante. Agora vou para Olympiapark, lugar principal aonde os torcedores vão se reunir para ver o jogo. E às 18h (13h no Brasil), Alemanha e Costa Rica abrem esse maravilhoso evento. Parafraseando um amigo meu: “Copa, vem ni mim!!!”

Categorias: Experiências, Viagem | Tags: , , , | Deixe um comentário

curtas

– O mais novo personagem da Turma da Mônica é Ronaldinho Gaúcho. Já está em circulação a primeira edição da revista que leva o nome do jogador e que tem como tema principal o esporte e seus benefícios. Ronaldinho está muito feliz com o projeto e pediu a divulgação do seu mais novo produto. Somente um recebeu a mesma homenagem do desenhista Maurício de Souza: Pelé. Ao menos nisso, os dois já estão equiparados.

Continuar lendo

Categorias: Experiências, Viagem | Tags: , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Segunda parada

A cidade de Königstein é a segunda parada do Brasil na preparação para a Copa do Mundo. Aqui a Seleção vai ficar até o fim da primeira fase. A cidade tem cerca de 15 mil habitantes e fica 20 km distante de Frankfurt, a grande cidade da região. Aos pés das ruínas de um castelo medieval (por isso Königstein – Pedra do Rei), a população vive praticamente em função da cidade vizinha e mostra que não está muito preparada para receber turistas estrangeiros. São poucos os que falam o inglês, mesmo em hotéis e pontos comerciais. Com relação a Weggis, por exemplo, que é quatro vezes menor, a cidade não possui uma estrutura suficiente de restaurantes, acomodações e transporte para atender o grande número de pessoas que vêm à região para acompanhar o Brasil. Os guardas são de outras cidades, por isso não têm conhecimento da área. Até o centro de informações não sabe tudo da cidade. Quando perguntei se havia algum lugar para passar notícias, a moça que trabalhava no centro me disse que não tinha lugares em Königstein com acesso à internet. Resolvi dar uma volta na cidade e encontrei uma lanhouse… Os jogadores estão hospedados no Hotel Falkenstein, num bairro mais afastado do centro da cidade. Uma diária no hotel varia entre 300 e 450 euros. Os treinos vão ser no Zagallo Arena, sem a presença de público. Aliás, o Velho Lobo ficou surpreso e feliz com a homenagem. No domingo, o Brasil parte para Berlim, onde estréia contra a Croácia, dia 13.

Categorias: Experiências, Seleção, Viagem | Tags: , , , , | Deixe um comentário

Genebra

A cidade de Genebra fica no sudoeste da Suíça e tem cerca de 200 mil habitantes. Pela proximidade com a França, a língua predominante é o francês. Além da língua, boa parte da população parece ter aspectos comportamentais parecidos com os do vizinho. Cheguei ontem à noite na cidade e tive muita dificuldade para conseguir informações. Muitos não falavam o inglês e alguns até se negavam a me ajudar. Os mais solícitos eram os que não haviam nascido na localidade. Pude presenciar também uma situação interessante: um casal de suíços, mas da parte mais próxima da Alemanha, que estava mais perdido do que eu em Genebra. Eles não falavam francês, não sabiam como funcionava o transporte público e não tinham nem idéia de como obter informações. Realmente é um país segmentado. E além do alemão e do francês, o italiano também é língua oficial da Suíça. Essa diversidade de idiomas causa dificuldades até na seleção nacional deles. O estádio de Genebra fica um pouco afastado do centro. Com capacidade para 30 mil lugares, ele dificilmente lota, mesmo em grandes jogos. E isso está gerando um desconforto entre os investidores, que gastaram a bagatela de 200 milhões de francos (380 milhões de reais) para construir o Stade de Genève. Mas para o jogo do Brasil, todas as entradas foram vendidas. E, com isso, já é possível encontrar, agora de manhã, cambistas vendendo ingressos quatro vezes mais caros que os vendidos oficialmente. E aqui o pessoal paga. Agora, o Milionário e José Rico suíço estão ensaiando de novo. Meu Deus! Vou ter que escutar isso outra vez?!?

Categorias: Experiências, Viagem | Tags: , , , | Deixe um comentário

Adeus, Weggis

E como amanhã de manhã eu vou partir para Genebra, faço agora uma pequena avaliação desse período aqui em Weggis. Com relação à organização local, inexperiência, mas também boa vontade. Todos os jornalistas gostaram da assistência recebida durante a preparação na cidade. Os assaltos não devem ser resolvidos, mas também não podemos culpá-los, pois a cidade não registrava um roubo havia quatro anos e a Suíça também não está acostumada com a situação. A forma como os objetos roubados foram restituídos é exemplar. Nos treinos, nenhuma ola foi completada, mas o comportamento da torcida (tirando os que invadiram o campo) é algo a ser elogiado

.

 

Continuar lendo

Categorias: Experiências, Viagem | Tags: , , , , , , | Deixe um comentário

Curtas da Suíça

– Ao contrário do que muita gente pensa, a maioria dos brasileiros que estão na cidade, por conta da presença da Seleção Brasileira, não é rica. Aliás, o grosso das histórias é muito perecido: mulher nordestina, que conheceu um suíço, se casou com ele e veio morar no país. E estão aproveitando o grande movimento na região para ganhar uma renda extra, especialmente com barracas de comidas típicas do Brasil.

 

– A rede de televisão árabe Al Jazeera está em Weggis para acompanhar os treinos da nossa seleção. Djamel Djabali, que nasceu na França, possui cidadania argelina e tem 45 anos, é o jornalista de uma equipe de 7 pessoas enviadas para a Suíça. Famosa por divulgar os pronunciamentos do homem mais procurado do mundo, Osama Bin-laden, a Al Jazeera quer trazer as notícias da “melhor seleção do mundo para o povo árabe, que admira muito o futebol brasileiro”, como declara Djabali. O jornalista trabalha na Espanha, onde cobre o campeonato nacional para a emissora. Ronaldo e Ronaldinho são as grandes apostas de franco-argelino na Copa do Mundo. Continuar lendo

Categorias: Experiências, Viagem | Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Mais alguns vídeos

Mais alguns vídeos para ilustrar minha cobertura:

– Gol do zagueiro Lúcio contra o FC Lucerna, num dos seus inúmeros avanços ao ataque
Continuar lendo

Categorias: Experiências, Vídeo, Viagem | Tags: , , , | Deixe um comentário

Mala do Sul

Já ficou famoso durante as Copas um gaúcho parecido com o Luiz Felipe Scolari e que vai em todos os lugares onde o Brasil está. Eu, sinceramente, tinha até uma simpatia por esse senhor. Quando ele apareceu na frente do hotel da Seleção, uma legião de jornalistas cercou esse gaúcho. Todos estrangeiros. Mais de longe, estavam os brasileiros. E todos com uma opinião em comum: esse cara é muito chato. Eu, como não o conhecia ainda, resolvi me aproximar e acompanhar a performance dessa figura. Posava, parava o trânsito, buzinava do seu carro, contava piadas em português e queria que os gringos rissem… Bem, também já comungo da opinião dos jornalistas daqui. Eita gaúcho mala!!!

Categorias: Viagem | Tags: , , | Deixe um comentário

No país da Copa 2006

Cheguei na Alemanha na manhã desta terça feira, às 11h45 horário local (no Brasil eram 6h45). No caminho de Düsseldorf até Dortmund, onde fico nesta primeira semana, uma coisa era fácil de se notar: a Alemanha está toda em reformas. Em pouco mais de 90 quilômetros vi, pelo menos, 5 canteiros de obras. No centro de Dortmund, vários andaimes de ferro descaracterizam a cidade que vai receber vários jogos. Entre as obras, está sendo construída uma arquibancada tubular e será instalado um telão para transmissões de jogos.

Categorias: Viagem | Tags: , , , | Deixe um comentário

Blog no WordPress.com.