Opinião

Não é bem assim

Todos nós temos consciência do domínio que a Globo exerce nas transmissões esportivas. Muitos reclamam, com razão, que isso é prejudicial, pois isso tira a oportunidade do telespectador de escolher a que mais lhe agrada, conseqüentemente, diminuindo a qualidade das coberturas. É claro que a emissora carioca sempre prima pela excelência, mas a falta de concorrentes tira um parâmetro necessário para a busca de uma transmissão ideal. Na última Copa do Mundo, a Globo comprou com muita antecedência os direitos exclusivos do evento e pagou um absurdo por isso. Com a proximidade do torneio no Oriente e com a crise econômica mundial, a emissora percebeu que poderia contrair um prejuízo muito grande com a compra dos direitos. Renegociou a aquisição, tentou vender cotas e dividir os direitos para amenizar os danos. Mas os preços ainda eram estratosféricos para o mercado brasileiro e ninguém embarcou nessa. A sorte da maior rede de televisão do país foi que o Brasil, contrariando as expectativas, venceu a Copa do Mundo e gerou um bom retorno. Continuar lendo

Anúncios
Categorias: Opinião | Tags: , , , | Deixe um comentário

Em defesa do Gordo

RonaldoNão estou aqui para ser advogado do diabo. Aliás, se quem eu estivesse defendendo fosse o diabo, ele não deixaria de ser o responsável maior por nós sermos os atuais campeões do mundo. E isso depois de ser desenganado para o futebol. A impaciência com Ronaldo é algo que só não é surpreendente porque estamos no país mais mal-acostumado com vitórias no futebol. Se o Fenômeno está gordo, qual o motivo de não cobrar mais de quem está em forma, como Ronaldinho? E olha que só estamos falando do melhor do mundo e que foi uma lástima na estréia, como todo o time, tirando Dida, Juan, Lúcio e Kaká. Ronaldo foi convocado com 17 anos para a primeira Copa, com 21 tinha a obrigação de ganhar uma, com 25 capitaneou a conquista e com 29, na sua quarta competição, ainda não ganhou a confiança dos brasileiros. E a prática de confiar tem que ganhar força nos períodos mais difíceis. Se não fosse o Felipão confiar no Ronaldo, enquanto exigíamos um Romário meia-boca, o quinto título da Copa dificilmente viria. Continuar lendo

Categorias: Opinião | Tags: , , , , | Deixe um comentário

Entrevista com Tostão

Atendendo a um pedido aqui no blog, uma entrevista com o comentarista Tostão. Apesar de sempre solícito, fiz poucas perguntas, já que o entrevistado estava com gripe e dor de garganta. Aliás, foram poucos os que saíram de Weggis com a saúde intacta. Mas ainda assim, foi uma boa entrevista. Aproveitem!

Como você avalia o período de preparação da Seleção Brasileira?

Tostão – A preparação está sendo muito boa. Teve esses dois amistosos, em Lucerna (na Basiléia) e em Genebra, que foram bons jogos. O único problema foi o Edmílson. Mas eu acho que ele não vai fazer falta, porque há outros jogadores do mesmo nível na posição. Então, esse tempo que o Brasil está tendo até a estréia é muito bom para os jogadores recuperarem a forma física, outros para melhorarem a forma. O treinamento tem sido individualizado e tem havido bons treinos táticos. Isso é muito bom. Continuar lendo

Categorias: Opinião | Tags: , | Deixe um comentário

Não resisti

E finalmente, amanhã, começa a Copa do Mundo. Talvez nunca na história das Copas tenha havido uma certeza tão grande de que uma seleção será campeã. E esse favorito é o Brasil. Não há dúvidas que a Seleção Canarinho tem os melhores jogadores do mundo. Ronaldinho, Ronaldo, Kaká e companhia formam o time mais caro do torneio e contar com qualquer um desses jogadores é um sonho para os adversários. Entretanto, sobre esse favoritismo, vou repetir algo que já coloquei numa das minhas colunas: a chance do Brasil não ganhar a Copa é muito grande.

Continuar lendo

Categorias: Opinião | Tags: , , , , , | Deixe um comentário

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.